Estratégia de Internacionalização

A Portucel Moçambique tem a missão de desenvolver o maior projecto florestal integrado de produção de pasta de papel, produção de plantas através da instalação de viveiros e energia neste país.

A The Navigator Company constituiu em 2009 a Portucel Moçambique, uma empresa de direito moçambicano, cujo investimento supera os 2,3 mil milhões de dólares norte-americanos.

Ainda em 2009, a Portucel Moçambique recebeu do Conselho de Ministros de Moçambique, e por um período de 50 anos renováveis, o Direito de Uso e Aproveitamento de Terra (DUAT) de 173 mil hectares na província da Zambézia e de 183 mil hectares na província de Manica. Apenas dois terços de toda esta área será plantada, evitando assim o deslocamento das populações residentes e permitindo a preservação de valores culturais e ambientais relevantes.

Portucel Moçambique

Apoio Internacional

Em Dezembro de 2014, o IFC, membro do Banco Mundial, adquiriu 20% do projecto, mantendo a The Navigator Company 80% do capital da Portucel Moçambique.

Componente Social

No âmbito do projecto, a Portucel Moçambique tem procedido à apresentação  das linhas orientadoras às comunidades localizadas dentro dos DUAT, reafirmando que não irá reassentar nenhuma família ou comunidade.

A opção passa por assinar acordos de partilha de terra com as comunidades ou famílias que queiram integrar o projecto, garantindo que estas mantêm a terra necessária para as suas necessidades, e trabalhando com elas para aumentar a sua produtividade agrária e o seu rendimento.

Contando já com cerca de 80 colaboradores no seu quadro, este é um projecto que irá gerar mais de 7.000 postos de trabalho na época de pico do projecto e permitir o desenvolvimento de uma rede de empresas locais prestadoras de serviços.